Skip navigation

chávena

Temos que estar totalmente despertos nos presente para apreciar o chá.

Apenas com a consciência no presente, as nossas mãos podem sentir o agradável calor da chávena.

Se estamos a ruminar o passado ou preocupados com o futuro, perdemos por completo a experiência de apreciar a chávena de chá.

Olharemos para o chávena e o chá já terá terminado.

A vida é assim. Se não estamos totalmente no presente, quando olharmos à nossa volta, esta terá desaparecido.

Teremos perdido a sensação, o aroma, a delicadeza e a beleza da vida.

Parecerá ter passado a correr por nós. O passado terminou. Aprendamos com ele e deixemo-lo ir. O futuro ainda não está aqui.

Planeemos sim, mas não gastemos tempo a preocupar-nos com ele. A preocupação é uma perda de tempo.

Quando paramos de ruminar sobre o que já aconteceu, quando paramos de nos preocupar com o que poderá vir a acontecer, então estaremos no momento presente.

Só então começaremos a experimentar a alegria de viver.

Pelo Monge e Filósofo budista viatnamita Thich Nhart Manh.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: